Audi defende igualdade salarial entre homens e mulheres em comercial do Super Bowl

...

Se a Budweiser foi incidentalmente política no Super Bowl, com um comercial que aborda o sucesso de um imigrante, a Audi chega sem cerimônias com os dois pés no peito.

O filme intitulado “Daughter” exibe o modelo 2018 do S5 Sportback, mas ele é só um coadjuvante, pois o foco da campanha é pedir igualdade salarial entre homens e mulheres.

A locução de Peter Jessop (não, não é o George Clooney) fala como um pai que vai precisar contar pra filha que seu avô valia mais do que a avó, e de que ele mesmo vale mais do que a sua mãe. Que apesar toda a educação e habilidades, ela vai valer menos do que qualquer homem que encontrar. Mas, quem sabe, isso talvez mude no futuro. Confira:

Com a hashtag #DriveProgress, a Audi não apenas quer se promover como uma empresa inovadora para as futuras gerações, mas também reforça o seu comprometimento com a igualdade de gênero, que começa dentro da própria empresa. Além de salários equivalentes para ambos os sexos, o programa de estágio deve ser preenchido por 50% de mulheres.

Criado pela Venables Bell & Partners, “Daughter” é dirigido por uma mulher: Aoife McArdle, da produtora Somesuch.

Fonte: B9