Poluição vira tinta para canetas

...

Sabe-se que a poluição do ar oferece diversos riscos à saúde de moradores urbanos. No entanto, dados recentes vêm preocupando ainda mais sobre esta questão.

Enquanto Paris tem enfrentando a pior poluição em dez anos, Pequim decretou alerta ambiental logo nos primeiros dias de 2017. E, foi pensando na proporção alarmante que isso vem tomando, que a startup Graviky Labs criou a Air Ink, linha de tintas feita através da fuligem preta dos escapamentos dos carros.

A ideia inovadora surgiu quando Anirudh Sharma, fundador da empresa, estava realizando seu doutorado em engenharia de computação e voltou para visitar Mumbai, sua terra Natal. Percebendo a grande quantidade de poluição emitida pelos veículos, Sharma juntou-se aos parceiros Nitesh Kadyan e Nikhil Kaushik para criar uma solução. E foi então que nasceu Kaalink, um pequeno dispositivo cilíndrico adaptado para escapamentos para capturar as partículas de fuligem produzidas pelo carro antes de serem liberadas para o ar.

Após recolhida, a fuligem é purificada de partículas de metal e vidro e, em seguida, misturada com óleo vegetal. Desta forma, o pó preto é transformado em variadas tintas, de caneta a tintas usadas em muros e painéis.

Clique para assistir o vídeo sobre o processo

Segundo a empresa, a inovação já impediu a poluição de 1,6 trilhões de litros de ar.

Fonte: Hypeness